Translate

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Fui ver e garanto que valeu a pena. É divertido mas também dramático o modo como o complexo de "Édipo" é aqui representado. É francês, e como habitualmente a grande maioria dos filmes que tenho visto são norte americanos, este só pela língua, gosto mesmo de francês, era um motivo para não deixar de ver mas também pela excelente representação dos actores.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

BOAS FESTAS






terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Insana decisão

Ando há imenso tempo a ponderar fazer umas compras, no género artigos pessoais: vestuário, cosmética, acessórios, bijutaria, mas até tomar essa decisão já surgiu nova coleção e lá volto a esperar a do ano seguinte. Este Outono/Inverno decidi que tinha de ser agora, já não tenho "trapo" aceitável, e lá fui às compras com aquele sentimento de insatisfação, de não encontrar nada que me agrade ou que me favoreça.
Encaminhei-me para uma grande área comercial o "Almada Fórum" porque além de ter todas as lojas e mais alguma, os preços são mais variáveis, e em algumas lojas até acessíveis, portanto há um maior leque de escolha.
Como sempre tenho dito a multidão incomoda-me, e estes espaços é o que mais têm, mas lá faço o esforço, porque é um facto muito, mas mesmo muito, ocasional ir a estes locais, e nesta época do ano ainda mais me incomoda, tanta gente a fazer compras natalícias, a fazer compras não é bem verdade, realmente as pessoas andam por ali a circular, a ver montras, mas na realidade a grande maioria das lojas está "às moscas", exceto o andar da restauração, estava a abarrotar.
Precisava de "lingerie" e lá fui tentar comprar alguma, sem vontade de fazer as ditas provas, já não tenho paciência, fui vendo algumas montras e decidi-me por uma loja, depois de entrar reparei que toda a "lingerie" exposta era muito provocante e muito dedicada ao Natal, havia toda a variedade de peças para a "mamã noel".
Decidi que nada daquilo me interessava e procurei outra loja com artigos mais úteis e práticos mas aquelas peças não me saiam da cabeça, aquelas peças servem para dar forma às fantasias dos clientes, sejam elas ou eles, elas porque querem ser a "mamã noel", aquela que cuida, que "brinca" , que é amorosa, que satisfaz passivamente os desejos, que lhes dá a "prendinha" pretendida, eles, porque ter uma "mamã" dessas assim é a fantasia realizada.
Isto das fantasias é um mundo ou melhor um submundo, pouca gente fala nisso sem inibição, talvez o sítio mais provável para se exporem seja no "divã" do psicólogo,  aqueles que as conseguem realizar têm talvez grande cumplicidade entre si ou ainda aqueles que infelizmente têm fantasias inconcebíveis para os considerados "normais", e com dificuldade de as realizarem, porque isso vai contra a moral e a lei estabelecidas.
Agora ao escrever este texto imagino aquelas peças e o primeiro pensamento é o quanto tudo aquilo é ridículo, para mim claro, há gente que adora, nunca me iria fantasiar de "mamã noel", se fosse para recriar uma fantasia, o meu lado perverso, oh! não estejam já a soltar a imaginação, e não tentem negar pois todos vocês têm um lado perverso, inclina-se mais para a "dominadora", a tal do chicote, ah! ah! ah!...
Sabem que mais? Não comprei nada de jeito e agora para voltar a fazer compras talvez nos saldos, é já em Janeiro, e talvez a "lingerie" natalícia se tenha vendido toda, há por aí muitos gajos a "chorar" por uma "mamã".
O melhor da deslocação foi o momento cinematográfico, é impensável não ir a esses locais e não satisfazer um dos meus prazeres. Vi um filme, daqueles que nos deixam a pensar, e fui recompensada pelo desperdício de tempo que dediquei às compras, o filme tem por título " A ponte dos espiões" com o grande Tom Hanks, e é baseado em facto verídicos passados durante a "Guerra Fria". Vão ver.