Translate

domingo, 28 de junho de 2015

 


Muralismo em Sesimbra

domingo, 21 de junho de 2015

Desapontamento

Hoje "saiu-me o tiro pela culatra", estou desapontada, desiludida, decepcionada, frustrada, estou a usar vários sinónimos para dizer mais popularmente que estou na merda, isto devido ao facto do dia que pretendia ou julgava ser um dia excecional se ter malogrado. Comemora-se hoje o Dia Internacional do Yoga e, julgava eu, santa ingenuidade, que iria participar desta comemoração deslocando-me até ao local onde decorreria, pois não foi assim. Para ir até lá, Lisboa, contava com a boleia do filho, mas caso este não quisesse ou não pudesse ir teria a boleia de uma colega praticante. Durante uma semana estive confiante que poderia contar com ele, dai ter recusado a boleia da colega, isto tudo porque não tenho  transporte próprio, e aos Domingos ser complicado utilizar transportes públicos, e com a agravante de não saber exatamente o local. Com tudo organizado era só esperar pela hora combinada, mas a meio da noite o filho que chegou de uma "noitada" teve a gentileza de perguntar se eu estava interessada em ir, respondi-lhe que só iria se ele fosse como é lógico, e como não sou assim tão burra conclui que era ele, de facto, que não estava interessado, achei essa pergunta desnecessária. Claro que não acordou, nem naturalmente nem com despertador, e eu também não o acordei, pensei que se realmente quisesse ir tinha pedido para ser acordado na hora acordada. Para terminar, já era tarde para telefonar à colega, fiquei com uma "neura" que tive que ir para a rua e procurar recompensa em qualquer coisa e a primeira foi um pequeno almoço daqueles, se não à inglesa foi muito aproximado, comi tudo o que no momento me pudesse saciar e recompensar, foi portanto uma ingestão altamente calórica, não vou descrever o que consumi mas podem adivinhar.
Agora estou aqui ainda a remoer o assunto mas tenho de pensar positivo, pensar que "águas passadas não movem moinhos", que por "morrer uma andorinha não acaba a Primavera". Pensamentos que têm a finalidade de elevar-nos o ânimo, mas no momento o meu está em baixo, gostava imenso de lá ter estado, porque sem saber de nada pressinto que foi uma comemoração espetacular. Agora é esperar a do próximo ano e aprender a não esperar pelos outros (os humanos).

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Momentos literários

"Foi como se houvesse nevoeiro dentro da vida, a entrar-me nos ossos, a cegar-me para o que não existe......"
 
 
 
 
"O estranho caso de Sebastião Moncada é um romance sobre a importância do acaso e das coincidências na vida humana e sobre a coragem necessária para enfrentar e viver as consequências de um grande amor."
 
"Ser livre é ser amante da ordem e escravo da lei."

sábado, 13 de junho de 2015

                          Esta noite a música eleita é a do violino de André Rieu.